terça-feira, agosto 14, 2007

A velhinha do yoga



O SESC Campinas é uma coisa legal. O problema é a sua localização. Fica num buraco mal resolvido e frequentado do centro da cidade, em baixo de um viaduto. Mas, deixando de lado o receio inicial, comecei, em prol da atividade física de baixo custo, frequentá-lo às vezes saindo a pé de casa.

Hoje, no caminho, andava pelas calçadas esburadas pra chegar até lá e vi que uma velhinha subia as escadas de acesso à rua do SESC com bastante dificuldade. Num relance semiótico, imaginei que aquilo poderia acabar mal, já que ela fazia cara de dor nas escadas. Foi eu virar os olhos e a velhinha tomou um tombaço. Daqueles mesmo. Com direito a pirueta no ar e tudo. Fui lá correndo socorre-la, mas felizmente não aconteceu nada com ela. De quebra, ganhei uma companhia até a porta do SESC.

Me contou que ia fazer yoga, que seu apartamento é frio e que estudou no colégio Culto à Ciência, no tempo em que o ginásio durava cinco anos e o ensino médio chamava-se "normal".

Percebi que sentia falta de andar na rua encontrando figuras assim, como fazia em São Paulo. Afinal, a coisa toda desse mundo está nas pessoas.

Marcadores:

1 Comments:

At 6:56 PM, Blogger gris-gris said...

concordo.
tudo o q importa nesse mundo sao as pessoas.

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home